Nós ajudamos clientes a achar saída para seus problemas, usando dados - porquê isso sacia nossos cérebros famintos.

 

Isso faz nossos clientes felizes, óbvio. Achar significado real nos dados do cliente, criar uma solução que funcione.

 

Nossas sugestões funcionam.

Paixão

Pilhas de dados que parecem não fazer sentido algum, acumulados por muito tempo, provavelmente esquecidos. E nós encontramos padrões nesses dados. Padrões achados, podemos fazer previsões, solucionar praticamente todas dúvidas do cliente.

 

Mas, e a sensação de começar com algo caótico e fazê-lo ter algum sentido? Ou mesmo consertar algo que não está funcionando, e fazê-lo funcionar melhor? De maneira mais inteligente e esperta?

 

Somos REALMENTE viciados nisso. Por isso trabalhamos com Analytics.

VALORES

Fundada em 2005

 

A 2frame Analytics reúne profissionais qualificados, com ótima formação acadêmica e muito tempo de atuação para o mercado de Analytics/Análises Técnicas.

 

As necessidades da sua empresa são prioritárias: elaboramos soluções específicas para o problema da sua empresa

Rigor, Qualidade e Pontualidade em todas as etapas do seu projeto

 

Soluções abertas e inteligíveis que geram  conhecimento útil e acessível, e valor para a sua empresa

1/2

Cérebros famintos precisam de problemas desafiadores

 
 

COMO?

Nós procuramos por padrões nos dados do cliente, e usamos esses padrões para prever o que acontecerá a seguir.

 

Sim, aplicamos matemática ao comportamento humano. Tornamos previsível até mesmo o comportamento das pessoas.

 

Apoiamos a escolha, criando análises que guiem para a decisão mais correta/adequada.

 

Sem suposições ou adivinhações.

 

Analytics.

PARA QUEM?

Marketing
  - CRM
  - Database MKT
  - Marketing Direto
  - Pesquisa de Mercado

 

Pesquisa científico/acadêmica

  
Indústria

  - Bens de consumo

 

Internet

Educação

 - Faculdades
 - Universidades

 

Varejo

 

Financeiro
  - Bancos
  - Seguradoras
  - Empresas de Cobrança

QUEM SOMOS?

Hugo Andrés Cruz Sánchez - Diretor


Matemático pela USP, mestre em Economia pela EPGE/FGV-RJ, Ph.D. candidate in Economics na University of Rochester, NY

 

Trabalhou com Análise Quantitativa no Unibanco Asset Management e em assessoria matemática e estatística para projetos em diversas áreas do mercado e para projetos acadêmicos de graduação, mestrado e doutorado.

 

Fundou a 2frame em 2006 e responsável pela área técnica, presta consultoria em Analytics desde 2000.

Danielle Steffen Sánchez - Diretora


Estatística pela ENCE/IBGE-RJ, com especialização em Data Mining pela PUC-Rio
 

Trabalhou em Planejamento, Business Intelligence, Database Marketing, Market Intelligence em empresas como Brasif Duty Free (atual Dufry), BankBoston, Unibanco, AIG e BEMFAM.


Fundou a 2frame em 2006 e é responsável pela área comercial e de marketing.

 

ESCOLHAS E DECISÕES (E&D)

E&D permeiam o dia a dia de todas as hierarquias (vertical) e instâncias (horizontal) em empreendimentos (por ex., empresas, públicos, científicos, etc). Algumas E&D são efêmeras, ou restritas em seu escopo, ou de baixo impacto, mas outras não (como supomos daqui por diante).

Quando E&D podem influenciar relevantemente o desempenho de um empreendimento torna-se mister antecipar os cenários que possam decorrer de cada uma das E&D. Contudo, pouco pode ser dito a respeito desses cenários e do próprio processo que os gerou se essa antecipação não for conduzida de forma sistemática, passível de supervisão e avaliação e, principalmente, baseada em evidências empíricas sempre que for possível..

 

Critérios ad hoc podem justificar certas E&D, mas frequentemente são fontes de vieses de difícil avaliação objetiva. Como o uso de critérios ad hoc é inevitável — justificação do “feeling treinado” — uma abordagem mais sistemática, passível de supervisão e avaliação na antecipação dos cenários que possam decorrer de cada uma das E&D se justifica como uma forma precavida para se proceder.

 

Essa abordagem sistematiza métricas para o design e atribuição de importância para cada cenário atrelado a cada E&D, assim como as métricas para a subsequente supervisão e avaliação de desempenho das ações decorrentes.

1/2

"Se você pode explicar seu problema para nós, nós conseguimos explorar seus dados para achar uma solução"

Por fim, mas não menos importante, essa abordagem pode falsificar o próprio processo de antecipação e decisão a partir das informações coletadas sobre o desempenho das ações decorrentes de E&D passadas. O acúmulo dessas informações permite a criação de métricas de confiabilidade sobre esse processo, levando a revisões e aperfeiçoamentos contínuos (aprendizado).

 

Usamos Analytics para abordar E&D.

 

  1. Primeiro, transformamos os problemas de nossos clientes em problemas matematizados — o ciclo completo: a definição dos dados a serem coletados, dos métodos de coleta, das métricas usadas, das técnicas de análise e visualização das informações derivadas, etc — e criamos um FRAME teórico para o problema.

  2. Depois, escolhemos os métodos mais adequados e com resultados mais interessantes, de acordo com o tipo de problema.

  3. Ah, sim, depois fazemos o relatório. E as apresentações. E estamos sempre disponíveis para tirar quaisquer dúvidas. Sempre.

  4. Trabalhamos tanto com projetos contínuos quanto com projetos pontuais, ou mesmo com prestação contínua de serviços.

 
 

Newsletter 08/2018 - Analytics na Tomada de Decisões, artigo 8

December 17, 2018

1/3
Please reload

Quick Analytics! by 2frame

Analytics. For real.

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Precisamos conversar sobre Analytics.

 

Acesse já e conheça mais sobre o assunto.

 

CONTATO

+55 (11) 3042-2433
+1 (585) 290-3019

danielle.steffen@2frame.com.br
Skype: daniellesteffen

2frame Analytics - Todos os direitos reservados / All rights reserved -  2005-2019 - São Paulo - SP - BRASIL | Rochester - NY - USA